Filipe Neto e Jorge Paula (CNBB) atingem o “top ten” na Copa de Espanha de Vaurien

Entre os dias 9 e 12 Outubro, a dupla de velejadores de Vaurien do Clube Náutico Boca da Barra esteve presente na Copa de Espanha, numa excelente organização do Real Club Náutico de Vigo. Um campeonato com excelente ambiente, regatas muito disputadas e com a presença de 34 equipas de toda a Espanha e de Portugal.

Com o primeiro dia do campeonato dedicado às medições, oficialmente, as regatas começaram no sábado (10/Outubro), com vento fraco e muito oscilante. Estas condições levaram ao atraso do começo das 3 regatas previstas para o dia e viriam a impossibilitar a realização de uma destas por falta de vento. Nas duas regatas realizadas a dupla do CNBB, foi posta à prova devido às difíceis condições, que exigiam grandes conhecimentos táticos bem como técnicos no sentido de tirar o melhor partido do pouco vento e conseguirem ser os mais rápidos.

A tarefa via-se dificultada, não só neste primeiro dia como nos seguintes também pela elevada qualidade dos velejadores em prova, em que se incluíam antigos campeões do mundo e 5 equipas do “top10” mundial. A dupla não começou mal abrindo o campeonato com um 9º lugar mas uma largada adiantada na segunda regata viria a atirá-los para o 23º lugar da classificação geral, cessado a primeira jornada de provas.

No segundo dia da Copa de Espanha, esperava-se a realização de 4 regatas. As condições encontravam-se semelhantes ao dia anterior, com vento fraco e muito oscilante na sua direção que lançaria mais uma vez as 34 equipas numa demonstração das suas qualidades técnicas e táticas. A dupla começou bem, obtendo um 6º lugar. Já na segunda regata, uma má largada impediu-os de obterem um resultado além de 16º, posto que, na terceira do dia, e depois deste mau resultado, a dupla foi 10º entre 34 e na quarta e última do dia, mais um mau resultado, por problemas na manobra não os impediu de irem para o último dia da Copa em 13º da classificação geral.

Chegado o último dia, era desejado um lugar nos 10 primeiros. Filipe Neto e Jorge Paula começaram bem com um 4º lugar, na primeira de 3 regatas, onde o vento soprou entre os 15 e os 18 nós e onde a dupla fez quase tudo bem, e viu reforçada a sua confiança para a segunda regata que, com ventos menos favoráveis para as suas características, entre os 8 e os 10 nós, lhes permitiu acabar em 10º. Já na terceira e última regata o vento soprava de feição e os velejadores obtiveram um 6º lugar que os lançou para 8º lugar da classificação geral da Copa de Espanha.

A dupla viu assim excedido o seu objetivo, de ficar nos 10 primeiros lugares, na competição que encerra o 1º ano da equipa nesta classe. O balanço é portanto positivo, essencialmente pela qualidade dos velejadores presentes na prova.