FILIPE NETO E JORGE PAULA (CNBB) EM 2º LUGAR NA FROTA DE PRATA – CAMPEONATO DO MUNDO DE VAURIEN – HOLANDA

A equipa do CNBB – Filipe Neto e Jorge Paula – esteve presente no campeonato do mundo da classe Vaurien que decorreu de 23 a 31 de Julho em Sneekermeer (Holanda), competição que juntou mais de 160 velejadores.

Os primeiros dias não foram fáceis para a dupla nacional, que chegou ao local do campeonato cansada de uma longa viagem e com danos no barco causados pelo transporte, o que quase invalidou a presença da dupla na regata de treino, em vésperas de início da prova.

O campeonato iniciou com a fase de qualificação que permite apurar os competidores para as respetivas frotas. A equipa do CNBB que, recorde-se, iniciou este ano a competição na classe Vaurien, finalizou esta fase no 8º lugar da frota de prata.

No 3º dia de campeonato, as condições meteorológicas degradaram-se consideravelmente com chuva intensa e constante bem como ventos sempre superiores a 20 nós (37 km/h) de intensidade. Foi nestas condições que a dupla nacional iniciou a recuperação face aos resultados menos bons dos primeiros dias completando em terceiro e segundo lugar respetivamente as duas primeiras regatas da frota de prata, passando de 8º para 4º lugar da classificação.

Já no dia seguinte, 4º dia do campeonato, as duas regatas previstas foram realizadas com ventos a rondar os 30 nós (56 km/h) de vento constante e com as rajadas a atingir os 38 nós (70 km/h). A dupla do CNBB adaptou-se da melhor forma às condições adversas encontradas e dominou por completo nas duas regatas do dia. Na primeira regata, a equipa terminou a prova com sobejo avanço para o segundo classificado ao passo que, na segunda regata do dia (que a dupla nacional liderou e controlou confortavelmente) teve um percalço na ultima boia de rondagem tendo virado a embarcação (com a consequente perda de tempo para voltar a endireitar o barco), tendo de qualquer das formas assegurado o segundo lugar a meros segundos do primeiro classificado. Com esta excelente performance, Filipe Neto e Jorge Paula passavam assim do 4º para o 2º lugar da classificação.

No último dia de campeonato (em que se realizaram-se duas regatas que foram essencialmente táticas entre as duplas que ocupavam os lugares cimeiros com constantes marcações e defesas ao lugar conquistado nos restantes 5 dias de prova), a equipa nacional consolidou o seu 2º posto.

O CNBB faz um excelente balanço da participação neste campeonato do mundo e augura um futuro risonho, dado que se tratou do primeiro ano de trabalho da dupla na classe.